Documentação GNOME

Foi divulgado a documentação oficial em bom português do Brasil,do GNOME. Não sei ainda se está completa,mas qualquer esforço neste sentido é sempre muito bem vindo,principalmente porque o Brasil é um dos maiores incentivadores do Software livre/Código Aberto ou Sistema GNU/LInux,que utiliza o Gerenciador de janelas GNOME como padrão em várias distribuições (sistemas operacionais)

Na página principal do GULZO <Grupo de Usuários Linux da Zona Oeste (GULZO)> e também do GULRIO <Grupo de Usuários Linux do Rio de Janeiro (GULRIO)

Biblioteca de Documentação do GNOME


tem os links para a Documentação oficial do GNOME, disponível para os 03 níveis:

Usuário

Administrador

Desenvolvedor

Bom estudo!

Desabilitando o Applet Network Manager do Gnome

Um applet do Gnome chamado Network Manager encontrado em distribuíções como Ubuntu,Debian,Fedora,etc é uma ferramenta de configuração de interfaces de redebastante útil,entretanto para aqueles que estão acostumados a resolver tudo no bom e velho terminal ou que estejam com sua conexão em banda larga roteada ele se torna inútil,então desabilita-lo assim:

Acesse o menu Sistema – Preferências – Sessões.

Na aba Programas Inicias desmarque a opção:

Network Manager. Pronto.

No meu caso configurei a banda larga (velox) roteada,então notei que ficava dois applets de no Gnome Ubuntu,um era o Network Manager com a mensagem “rede desabilitada” e um pequeno triângulo laranja indicando este estado,coisa totalmente inútil,pelo simples fato de que não tem como no network manager configurar adsl roteada,eu pelo menos não encontrei,tem “rede com fio”,”rede sem fio”,”banda larga móvel”,”vpn”,”dsl(pppoe)”,infelizmente o Dhcp não tem e por isso o Network Maneger se torna totalmente inútil deixando qualquer ser humano normal incomodado com o tal aviso. Para você ter uma idéia melhor do que estou explicando veja a imagem abaixo e observe o ícone com o tal triângulo laranja,o network manager,ao lado do ícone da HP.

A melhor forma de configurar sua adsl roteada é via terminal mesmo ou simplesmente editando o arquivo

sudo gedit /etc/network/interfaces

ou

sudo mc /etc/network/interfaces

ou

sudo vi /etc/network/interfaces

ou

sudo nano /etc/network/interfaces

A escolha é sempre sua,afinal estamos no mundo Li,
de LIVRE,LINUX,LIBERDADE!

E deixar ele assim:

# The loopback network interface
auto lo
iface lo inet loopback

# The primary network interface
auto eth0
iface eth0 inet dhcp

Eu uso o gnome-netstatus-applet um monitor de rede legal e simples,mas que cumpre facilmente a finalidade,que é informar que a rede,no caso dhcp,está ativa. Para adicionar em seu painel clique com o botão direito do mouse na barra superior do Gnome,depois adicionar ao painel,e escolher Monitor de Rede.Pronto é ele.

Ainda existe outra forma de fazer a mesma coisa,como sempre,a escolha é sua,o método foi divulgado no [Dicas-L]

É isso,mais uma dica simples porém muito útil. Bom Trabalho.

Distribuições Linux

Outra excelente matéria do Olhar Digital.

Saiba quais são e o que oferecem as versões mais usadas pelos brasileiros
Quando o assunto é Linux, uma das dúvidas mais freqüentes é: “qual distribuição é a melhor?”. Bom, existem distribuições para os mais diversos fins, sendo que um usuário experiente é até capaz de montar sua própria distribuição, adicionando as funcionalidades que desejar. Escolhemos as seis versões mais usadas no Brasil – Fedora, OpenSuse, Mandriva, Kurumin, Débian e Ubúntu, para mostrar a vocês no Olhar Digital.