Skip to content

CypherBIOS:Documentação, esta é a chave!

03/09/2006


Normalmente várias vezes por dia acesso o Planeta Ubuntu,caso esteja em casa,no trabalho é quase impossível,simplesmente porque sou profissional de saúde e não de informática,por enquanto,assim sendo lógicamente na maior parte do tempo estou ocupado com um corpo humano que está apresentando alguma falha em algum sistema do complexo organismo humano.E nesta situação a última coisa que eu poderia pensar é em computadores .O assunto em foco não tem nada a ver com isto,a não ser no quesito complexidade,por isso fiz questão de comentar estes detalhes para servir de introdução ao importante assunto em questão : Documentação.
Como usuário de SL/CA sinto na carne a falta de documentação padronizada no mundo linux,não quero dizer com isso uma padronização cristalizada,mas simplesmente algo que possa fazer com que as empresas e usuários sintam mais facilidade em realizar suas tarefas cotidianas quando estão usando um S.O. linux,não importanto o sabor.Digo por experiência própria,eu particularmente gosto da linha-de-comand0,e por causa do linux fiz um “cursinho” de hardware,coisa impensável antes,não satisfeito entrei em outro de “programação-ênfase em linguagem C”,puro delírio de um profissional de saúde.Eu estava apaixonado pelo shell,adorei ver os algoritmos complexos das linguagens de programação,mas isso é uma coisa muito pessoal.Não me importo de ficar horas ou dias atrás de uma solução para instalar um driver da Nvidia,ou configurar minha conexão,que em muitos lugares só é possível através de “rádio”,ou seja,wireless,como a minha,porque o velox não chegou até aqui e nem vai chegar tão cedo,são estas questões que o usuário comun como eu quer ver resolvida de uma vez por todas,falo isso porque sei,podem acreditar um empreśario,advogado,professor,médico,enfermeiro,contador,etc,jamais irão se preocupar com o kernel ou seja lá o que for importante para os “linuxers” e a comunidade,,eles querem que apenas funcione,fazem questão de interface gŕafica para tudo,escutei isso de várias pessoas,claro que sempre vai existir distribuíções para entusiastas,como o slackware e gentoo,mas isso é um nicho tecnológico,e é bom que não mude.Por isso a dificuldade das pessoas e do SL/CA se espalhar,daí a importância na documentação de boa qualidade e em bom português e claro a padronização,que para as empresas é fundamental,mesmo que ainda exista liberdade para se criar o que quiser.
Já falei demais,com a palavra:

Rafael Proença – CypherBIOS

Documentação, esta é a chave!

Muito se fala nos dias de hoje (na verdade, ontem, hoje e sempre, eu diria) sobre a adoção do Linux em Desktop, como o Og sabiamente colocou: de que adianta fazermos um sistema zeroconf, livre de bugs, com toda a integração e compatibilidade que um usuário comum precisa, se este sistema é usado apenas por 5% dos usuários comuns?!

Lembro muito bem (há muito tem atrás… ai, ai), que quando meu anceio por liberdade começou e eu já me sentia engessado no Windows, o que me incitava era a busca por informação no mundo Linux. Antes de migrar, ou mesmo de instalar o Linux, eu pesquisava pela internet afora o que diziam sobre ele, sobre os softwares, e, principalmente, como instalar todo o meu harware, fazer a formatação, e todas as dificuldades que os usuários enfrentam antes de migrar.

O que eu achava muito legal e interessante era a quantidade de documentação que havia. Embora nem sempre a documentação era universal ou aplicável em qualquer ocasião, nem tampouco era concentrada em um único lugar, mas a possibilidade estava lá, bastava alguma força de vontade e um pouco de pesquisa para que conseguisse fazer qualquer coisa que necessitasse.

Hoje percebo, mais do que nunca, que documentação é uma das chaves. Não pelo que ela é em sí, mas pelo que ela traz; a informação agregada nela gerando conhecimento; o conhecimento pré-concebido em simbiose com a informação, construindo um elo entre o conhecer e o saber. Filosófico? Nem tanto.

Jà enfrentei problemas, nos primóridios da minha aventura no Linux, seja em compilar o driver proprietário da nVidia ou em compilar o driver para meu antigo softmodem, em problemas cotidianos de um usuário no desktop. Nunca reclamei, pois quando precisava… lá estava ela, a documentação para me ajudar. Mas eu, diferente de muitos usuários, não me importo em procurar, mas não os culpo por isto, pois acredito que a documentação deve andar lado-a-lado com o sistema, em qualquer lugar, para toda e qualquer operação. E esta documentação deve ser de conhecimento do usuário, ele deve saber que se precisar, pode contar com ela.

Um exemplo disto é a documentação do Ubuntu. Quantos de vocês que estão lendo sabem que se você for em “Sistema -> Ajuda” você tem uma das mais completas documentações de sistema operacional existente? Documentos estes que resolveriam 70% dos problemas de informação dos usuários comuns. É algo intuitívo. Mas é aplicável? Infelizmente, por algum motivo, ainda não.

E se houvesse um lugar, um único lugar, onde eu pudesse saber o que preciso saber, conhecer o quero conhecer? Sem depender da boa vontade de um outro usuário me dar a resposta, assim como ele já fez a centenas de pessoas que lhe perguntaram a mesma coisa.

E se houvesse um lugar, onde eu não precisasse saber como, mas sim o que quero fazer, bastando para isto entrar com minha questão e ela seja automagicamente respondida? Utopia? Nem tanto.

Este repositório de documentação em bom português do Brasil está sendo construído. Mas precisamos da sua ajuda para que ele cresça e englobe muito mais do que algumas dezenas de documentos.

Faça do mundo um lugar melhor:

Plante uma árvore, adote uma página, crie um documento.

O Ubuntu e toda a comunidade do Software Livre agradece.

From → Linux, Windows

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: